Como e o que plantar…

24022018
Share Button
Numa horta mandala

A permacultura levou a mandala para a horta

De horta a gente ouve falar. De mandala, algumas vezes. Mas e de horta em forma de mandala? Pareceu estranho? Convidamos você, então, a ler este artigo publicado no Jardim do Mundo e conhecer melhor sobre o assunto. Chega mais!Mandala é uma palavra sânscrita que significa círculo ou círculo mágico. Em várias épocas e culturas a mandala foi usada como expressão científica, religiosa e artística. Os primeiros registros sobre povos que criavam estes objetos vem do Tibet.  A permacultura levou a mandala para a horta. Isso surgiu com Bill Mollisson, em 1970, o ambientalista australiano, conhecido, por suas contribuições na permacultura, começou a criar hortas em forma de mandala.Isso mesmo! Podemos usar o formato das mandalas na horta.

Essa forma de horta economiza água, trabalha com a diversidade de plantas, aproveita melhor o espaço, usa fertilizantes apenas orgânicos e poupa o solo.Mas porque usar esse formato em vez de outros? Um dos princípios dessa forma de horta é: copiar o desenho da natureza. Se observarmos não existe muita coisa quadrada ou retangular na natureza e sim formas arredondadas.Existem alguns modelos de horta em forma de mandala:

13

7

14

Qual seria o melhor? Daí fica ao critério de quem for fazer e do espaço que tem disponível. Jardim do Mundo escolheu o formato ‘buraco de fechadura’, pois ele ocupa um espaço menor, dá de plantar mais de um tipo de planta e é de fácil manutenção. Essa horta ganhou o nome buraco de fechadura pelo seu formato em círculo com uma fenda para a entrada do produtor.
Então, vamos  ao passo a passo de como construir: 
Horta mandala buraco de fechadura

21

Materiais:

– Palha;
– Serragem;
– Jornais;
– Terra misturada com húmus de minhoca;
– Mudas de hortaliças como rúcula, repolho, alface ou outras de seu gosto.

Como fazer

horta

1 – Escolha um local que receba a luz do Sol, de preferência, o dia inteiro.

2 – Defina o tamanho da sua horta. Isso depende do espaço que você tem e do tamanho que você quer para ela. O ideal é que o seu braço alcance o centro da horta. E demarque esse espaço. Lembrando que como é em forma de mandala sua horta vai ter a forma geométrica de um círculo.

3 – Agora é a hora de cavar um caminho, por onde as pessoas vão circular, ao redor da horta. Ele deve ter no mínimo 15 cm de profundidade. Toda a terra, sem pedras, que for retirada deve ser colocada na horta, para formar sua base. Esse caminho deve ser cavado pois permitirá o acúmulo da água da chuva e uma infiltração lenta. Com uma enxada nivele a terra que foi colocada na horta.

4 – Pegue jornais e molhe-os. Distribua-os por toda a horta, até mesmo nos caminhos cavados. Não economize no jornal, é importante ficar bem forrada.

5 – Distribua palha por toda a horta, menos nos caminhos. Deve ser colocado 30 cm de palha, arrume-a bem. E não se preocupe em achar que é demais, pois depois de uns dias essa altura vai diminuir.

6 – O acabamento é feito dobrando a palha para dentro. Movimento semelhante ao que se faz quando é colocado um cobertor nos pés da cama e empurramos ele para baixo do colchão.

7 – E por ultimo coloca-se a serragem pelos caminhos cavados ao redor da horta.

Hora de plantar!

Levando em consideração que a diversidade é muito importante para a ecologia devemos plantar as mudas de forma misturada. Isso também ajuda a prevenir o ataque de pragas, pois fica mais difícil para elas chegarem às plantas. Plantar mudas de manjericão e hortelã no meio de sua horta também ajuda a manter afastado os predadores, além de você poder utilizá-los na comida e para chás! Mas vamos ao plantio!

1 – Para plantar abra um buraco, com um facão, no meio da palha. O buraco deve ter o tamanho de uma embalagem de refrigerante de 2 litros.

2 – Neste buraco coloque a terra com húmus de minhoca e plante a mudinha. O espaçamento entre as plantas deve ser de 20 cm. Alterne entre uma planta que cresça para cima, como a alface, e uma que cresça para baixo, como a beterraba.

PS.: Plantas que não aceitam o transplante, como a cenoura e o rabanete, deve ser plantadas diretamente na horta. Para isso faça o mesmo procedimento como se fosse plantar a muda, mas ao invés plante a semente.

Ao terminar o plantio regue a horta, as plantas e a palha. Essa forma de horta necessita menos manutenção, o que você deve repor é a palha, quando esta estiver muito baixa. Ela também vai precisar de menos água, pois a palha retém umidade.

Assim que você começar a colher as hortaliças vá substituindo por novas. Você não precisa, necessariamente, plantar a mesma hortaliça que estava plantada naquele buraco. Rotatividade é importante.

Se você tiver um espaço maior pode fazer mais de uma horta dessa e fazer uma mandala maior, como na imagem:

22

Fonte: Solam

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>